Paratleta da seleção de rugby ganha cachorro-assistente treinado por programa da AACD

O paratleta Lucas Junqueira, de 28 anos, ganhou um cachorro-assistente que foi treinado por um programa criado pela Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), na Zona Sul de São Paulo. Outros 19 cachorros adestrados para exercer as funções de assistente e co-terapeuta serão doados para pessoas com distrofia muscular progressiva até o fim de 2018.

Em 2013 começaram os trabalhos do “Projeto Genocão”, criado pela AACD com recursos estimados em R$ 2,7 milhões do Fundo Estadual de Interesses Difusos (FID), ligado à Secretaria da Justiça da Defesa da Cidadania do governo paulista.

Paçoca demonstra suas habilidades ao abrir gaveta de móvel (Foto: Vivian Reis/G1)

Paçoca demonstra suas habilidades ao abrir gaveta de móvel (Foto: Vivian Reis/G1)

“É nosso dever reconhecer a excelência do trabalho que é feito na AACD, agradecer por este trabalho, que é em grande parte voluntário, e retribuir”, disse o governador Geraldo Alckmin durante a entrega da golden retriever Paçoca, de 2 anos, ao paratleta na manhã desta segunda-feira (13). Paçoca foi treinada desde os dois meses de idade com a missão de auxiliar Junqueira, que integra a seleção brasileira de rugby.

Cachorra leva objeto ao novo dono (Foto: Vivian Reis/G1)

Cachorra leva objeto ao novo dono (Foto: Vivian Reis/G1)

Treinamento

O adestrador Leonardo Ogata explicou que os filhotes mas confiantes e sociáveis são selecionados. “Todos os cachorros podem ser treinados, mas trabalhamos com golden ou labrador porque são raças sociáveis e que têm facilidade para carregar objetos”, disse Ogata. “Quando temos o cão pronto, vamos em busca da pessoa, avaliando o nível de energia que o cachorro pode entregar e a demanda daquela pessoa.”

Lucas ficou paraplégico em 2009, após sofrer um acidente durante um mergulho na praia de Ponta Negra, no Rio Grande do Norte. Após um ano e meio de treinamento, Paçoca conheceu o paratleta.

“Em agosto passamos a treinar com ela em diversas etapas. Começamos com duas ou três semanas em treinamentos externos, depois ela me acompanhou nas atividades diárias”, contou. “Ela tem me ajudado bastante. Preciso de muita ajuda no dia-a-dia e busco minha independência total.”

A partir desta segunda, o cão vai morar com Junqueira e, entre outras tarefas, vai auxiliá-lo na transferência da cadeira de rodas para a cama, acionar interruptores, buscar objetos perdidos e ajudar na troca de roupa.

Paçoca ao lado do paratleta Lucas Junqueira (Foto: Vivian Reis/G1)

Paçoca ao lado do paratleta Lucas Junqueira (Foto: Vivian Reis/G1)

Fonte: G1

Veja também:

Alunos do DF criam site para doar próteses sob medida para pets

Cão Golden salva dono que ficou 20 horas caído no meio da neve

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website