Limão para cachorros: a importância da Vitamina C

Costumamos receber diversas mensagens com dúvidas sobre o uso do limão para cachorros na alimentação natural caseira. Portanto, vamos esclarecer o seu funcionamento junto com a vitamina C no corpo dos peludinhos.

A vitamina C encontrada no limão ajuda a prevenir e até tratar doenças relacionadas ao envelhecimento, estresse celular e degeneração das articulações, como a artrite,é uma grande aliada no tratamento de câncer e tumores e também neutraliza os radicais livres, sendo um efeito antioxidante que permite a regeneração da vitamina E, metabolizando o ferro e agindo no sistema imunológico, além de ser um ótimo antiinflamatório. Portanto, já percebeu que é uma vitamina muito importante para a saúde dos cães, não é mesmo?

limão para cachorros

A vitamina C pode ser encontrada, principalmente, nas frutas cítricas (limão e laranja), no kiwi, no morango e em alguns vegetais como tomate e abóbora. Alguns estudos têm demonstrado que cães e gatos não conseguem sintetizar a vitamina C em quantidades suficientes para compensar algumas condições orgânicas como a absorção de cálcio e ferro. Ela é metabolizada no fígado. As quantidades prescritas pelo veterinário nutrólogo são de extrema importância, pois irão calcular a quantidade ideal para seu bichinho consumir durante a alimentação, seja em formato da fruta in natura ou de forma complementar, na ingestão de cálcio e na proteína animal, no que se diz respeito do ferro. A vitamina C é reconhecida como uma vitamina segura, isso quer dizer que, por mais que o cão ou gato consuma, é absorvida apenas a quantidade necessária e o excesso é eliminado durante o dia, mas isso não quer dizer que você não deve ficar de olho na quantidade prescrita pelo veterinário. Preste atenção, em casos que requer o máximo de cuidado, como câncer e tumor!

A quantidade deve ser sempre prescrita pelo veterinário, lembrando que, um tratamento levado a sério com base na vitamina, faz toda a diferença para a dieta do animal. Um tutor responsável deve sempre consultar o médico veterinário para tirar as dúvidas.

E aí? Vão algumas gotinhas de limão na tigelinha do seu peludo?

Fonte: Geração Pet

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website