O cão heroico deste homem o salvou do ataque de uma ursa

Este é Reid Roberts. Ele é professor de educação física e tem 46 anos de idade. Mora em Prince George, British Columbia. Reid também é um ávido corredor de trilha.

Este é Reid Roberts. Ele é professor de educação física e tem 46 anos de idade. Mora em Prince George, British Columbia. Reid também é um ávido corredor de trilha.

Reid Roberts

a

E este é o seu anjo da guarda, Pacer, que o salvou do ataque de uma irritada ursa negra alguns dias atrás.

E este é o seu anjo da guarda, Pacer, que o salvou do ataque de uma irritada ursa negra alguns dias atrás.

Reid Roberts

Reid diz que não é incomum ver ursos nos arredores de Prince George. Na verdade, apenas um dia antes do ataque, ele e Pacer saíram para uma corrida e Pacer perseguiu outro urso.

Mas desta vez seria diferente, e se não fosse por seu border collie de 3 anos de idade, ele não poderia ter sobrevivido.

a

Reid e Pacer saíram para correr no parque Forests for the World. Eles só tinham percorrido 50 metros do estacionamento quando uma ursa negra saiu dos arbustos e entrou no caminho deles.

Reid e Pacer saíram para correr no parque Forests for the World. Eles só tinham percorrido 50 metros do estacionamento quando uma ursa negra saiu dos arbustos e entrou no caminho deles.
Reid Roberts

“A ursa saiu e imediatamente virou-se para mim. Não estava nem um pouco interessada em Pacer”, disse Reid ao BuzzFeed Canadá.

Reid disse que a ursa estava com a cabeça abaixada e as orelhas para trás, claramente pronta para atacar. Ele diz que se lembra de pensar: “Puta merda, isso vai acabar mal.”

a

Reid disse que tentou manter a calma, caminhando lentamente para trás enquanto gritava e agitava os braços. Mas a ursa deu-lhe um golpe, fazendo com que ele tropeçasse e caísse de costas.

Reid disse que tentou manter a calma, caminhando lentamente para trás enquanto gritava e agitava os braços. Mas a ursa deu-lhe um golpe, fazendo com que ele tropeçasse e caísse de costas.
Reid Roberts

A ursa o arranhou de um lado, na altura da barriga, mas não muito profundamente. Reid disse que, embora ainda de costas, começou a chutar furiosamente a cabeça da ursa tentando evitar lesões piores.

“Acho que eu posso ter chutado três ou quatro vezes “, disse ele.

a

Mas Pacer não estava disposto a deixar aquela ursa irritada matar o seu dono. O cachorro latia e mordia a ursa por trás até tirar sua atenção de Reid.

Mas Pacer não estava disposto a deixar aquela ursa irritada matar o seu dono. O cachorro latia e mordia a ursa por trás até tirar sua atenção de Reid.

Reid Roberts

Pacer teve que fazer isso várias vezes até a ursa finalmente desistir do professor e persegui-lo trilha a baixo. Isto permitiu que Reid se recompusesse e sobrevivesse aos machucados.

“Lembro-me de olhar para baixo e ver apenas sangue jorrando. Ela deve ter atingido uma artéria muito grande.” Seu sangue escorreu por uma árvore e pelo chão.

"Lembro-me de olhar para baixo e ver apenas sangue jorrando. Ela deve ter atingido uma artéria muito grande." Seu sangue escorreu por uma árvore e pelo chão.

Reid Roberts

Quando não viu a ursa retornando, Reid enrolou sua mão e começou a pensar sobre como ficar seguro.

(Esta é uma foto que ele tirou dias mais tarde, quando tentou refazer seus passos durante seu confronto com a ursa.)

a

Ele ligou para o 911 e foi levado para o hospital. Acabou levando 16 pontos em sua mão, e pode ter havido danos nos nervos. Mas ele sabe que poderia ter sido muito, muito pior sem o seu fiel ajudante lá.

Ele ligou para o 911 e foi levado para o hospital. Acabou levando 16 pontos em sua mão, e pode ter havido danos nos nervos. Mas ele sabe que poderia ter sido muito, muito pior sem o seu fiel ajudante lá.

Reid Roberts

Por sua vez, Pacer acabou correndo para a casa de um parceiro regular de corrida de Reid e esperou seu dono lá.

Reid disse que gostaria de saber o que o seu amigo peludo estava pensando no momento do ataque, mas ele vai se contentar em apenas saber que Pacer estava lá quando ele mais precisou.

A ursa negra foi posteriormente sacrificada pelo controle de animais, e seus dois filhotes (que Reid não viu durante o ataque, mas presume que estavam por perto) foram tranquilizados e movidos para um abrigo de vida selvagem.

Reid diz que recebeu alguns feedbacks negativos desde que compartilhou sua história no Facebook. Algumas pessoas deixaram comentários dizendo que ele deixou os ursinhos órfãs porque foi imprudente. Outros dizem que ele deveria ter mantido Pacer em uma coleira, e que ele forçou o urso a atacá-lo.

Mas ele diz que as pessoas não sabem o que estão falando.

“O cão não provocou o ataque”, disse ele. “Se não fosse por Pacer, eu poderia ter morrido ali naquela trilha.”

“Sem dúvida alguma, ele é um herói absolutamente incrível.”

"Sem dúvida alguma, ele é um herói absolutamente incrível."
Reid Roberts
Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website