5 Doenças mais comuns em cães idosos

Você já deve ter percebido que a vida de um cão passa muito depressa. E quando eles se tornam idosos é importante ficar atento ao surgimento de algumas doenças que podem ocorrer durante essa fase. Como a medicina veterinária vem melhorando nos últimos anos a sua capacidade em identificar de forma precoce os problemas de saúde que estão associados ao envelhecimento nos cães. Fizemos uma listinha para você ficar por dentro das 5 doenças mais comuns em cães idosos.

Quando o meu cão é considerado um idoso?
Embora muitos afirmam que um ano da vida humana equivale a sete anos da vida de um cão, isso ainda depende do tamanho do seu cachorro. Cães de grande porte, como o cão dinamarquês que possui expectativa de vida de apenas 10 anos, enquanto o chihuahua (cão de pequeno porte) pode passar dos 18 anos. A regra básica é que um cão pode ser considerado idoso durante o último trimestre (cerca de 25%) de sua vida.

5 Doenças mais comuns em cães idosos:

1. Osteoartrite
As doenças articulares estão totalmente atreladas ao envelhecimento, como a cartilagem que protege a superfícies articulares se desgastam com o tempo. Embora esse processo não possa ser evitado, os tutores podem utilizar ferramentas à sua disposição para diminuir o impacto do envelhecimento nas articulações e artrite em seus cães.

Em primeiro lugar você deve ficar atento se seu cão está com o peso adequado. Pois, cães que estão acima do peso transportam cargas mais pesadas em suas articulações. Esse problema afeta cães de todas as raças, mas ocorre de forma mais evidente em cães de grande prote, que possui em sua genética disposição, como por exemplo a displasia. Em segundo lugar, você deve fazer exames regulares para ficar atendo aos primeiros sinais da  doença articular em seu cão. Por isso, observe se seu cão tem dificuldades  em subir escadas ou sente rigidez, principalmente durante o período da manhã, e veja se ele fica mancando. Caso o seu cão esteja acima do peso fale com seu veterinário para que sugira uma dieta equilibrada para perda do peso em excesso.

2. Doenças dentarias (periodontal) em cães idosos
É bastante comum diagnosticar em cães doenças dentárias e ela ocorre em todas as raças e portes. Quando não tratada a doença pode provocar dor, perda de dentes e bactérias na corrente sanguínea, que pode danificar órgãos internos.

Por isso, ter uma escovação regular e um tratamento dentário pode ajudar a diminuir o tártaro nos dentes e problemas mais sérios, por isso, oferecer alimentos destinados a saúde bocal do animal é sempre bem-vindo. Agora caso a doença dental já tenha se desenvolvido, será importante fazer uma limpeza dental totalmente anestesiado em uma clínica veterinária caso seja necessário.

3. Obesidade em cães idosos:
Muitos cães estão com sobrepeso ou obesos, e muitos proprietários não fazem a mínima ideia do que está ocorrendo. Pior ainda, é que cães acima do peso são mais suscetíveis a uma série de problemas secundários, como doenças articulares, doenças respiratórias e diabetes.

Para controlar o peso é fundamental praticar exercícios regulares com seu cão. Cães idosos por muitas vezes são menos ativos do que cães mais jovens e possuem diferentes necessidades calóricas. Dietas projetadas para cães idosos ajuda a fornecer nutrientes adequado, que por muitas vezes possui diferentes proporções de gordura e proteína do que você encontraria em um alimento de um cão adulto padrão. Fazer exercícios suave em cães idosos ajuda a regular e pode melhorar a qualidade de vida de cães que já possui problemas de saúde. Por isso, consulte o seu veterinário para chegar a uma dieta balanceada e um plano de exercício adequado para seu animal de estimação.

4. Hipotireoidismo em cães idosos
Cães que estão acima do peso e que estão seguindo um plano de emagrecimento aprovado pelo seu veterinário e não vem obtendo sucesso possa está sofrendo de hipotireoidismo, uma doença comum em cães que resulta em um lento metabolismo. Felizmente o hipotireidismo pode ser diagnosticado com exame de sangue simples e possui um tratamento medicamentoso bastante eficaz.

5. Câncer em cães idosos:
Infelizmente os cães são susceptíveis a muitos dos mesmos câncer observados em seres humanos. O câncer de osso, linfoma e melanoma são apenas algumas das neoplasias que são diagnosticado nos cães. Embora exista um forte componente genético em algumas raças de cães como Boxers e Golden Retriever, o câncer pode ser desenvolvido de forma espontânea em qualquer raça. A detecção precoce e o diagnóstico são fundamentais para que o cão sobreviva ao câncer, por isso não ignore os exames veterinários anuais em seu cão.

Fonte: Tudo Sobre Seu Pet

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website

Pular para a barra de ferramentas