Caninos com bafíneo: saiba como acabar com a boquita de dragón.

Um problema muito comum nos caninos é o mau hálito. Aquele bafíneo desagradável que, muitas vezes, faz com que donos se sintam desconfortáveis com seus catiorros na presença de visitas e outras pessoas.

 

 

Apesar de parecer normal, por atingir a maioria dos caninos, o mau hálito pode indicar algum problema de saúde, então deve ser examinado e, se preciso, tratado: pode ser algum problema na gengiva do animal – como uma inflamação (gengivite) – ou digestivo, o ideal é apresentar a questão ao veterinário e seguir suas orientações.

Assim como em nós, humanos, a halitose pode ser causada por uma simples falta de higiene bucal ou então por doenças em órgãos internos, como no estômago. Ao levar seu canino ao veterinário, ele poderá examinar e identificar o que exatamente está causando o mau hálito.

Caso seu catiorro tenha, além do mau hálito, algum sangramento gengival ou dificuldade para comer ou engolir, procure rapidamente o veterinário, pois pode ser algo mais grave.

Sabia que caninos também precisam ir ao dentista? Pois é! Procure por um dentista veterinário para que seu pequeño dentuço tenha um diagnóstico completo sobre sua saúde bucal.

Os cuidados de rotina exigem uma limpeza diária dos dentes do catiorro, para a prevenção contra placas e tártaro. O ideal é acostumá-lo desde filhote, pois eles não curtem muito que mexam em suas bocas (pois pode bagunçar o bigode, rs). Esta limpeza deve ser feita com escova e pasta dental especiais para caninos, ideais para seus dentes.

Além de escova e pasta de dentes apropriados, existe também um tipo específico de enxaguante bucal, que refresca e auxilia na limpeza dos dentes e da boca, basta colocar na água do bigodudo. Lembrando que oferecer sempre uma água limpa e fresca é indispensável para manter a saúde bucal do seu canino.

O ideal é realmente fazer a limpeza com a escovação, porém, caso seu querido bafíneo não goste muito e seja difícil de manter esta rotina, você pode optar por oferecer a ele petiscos dentais. São ossinhos em diversos formatos que os caninos gostam de comer e que tratam da higiene ao mesmo tempo.

 

 

Existe até o palito dental. Saboroso e em formato prático, contém vitaminas que complementam a saúde do organismo do seu canino e também auxilia na higiene bucal.

Já nos casos do animal ter uma doença periodontal causada por bactérias e falta de limpeza diária, o processo indicado é a remoção da placa bacteriana presente em toda a superfície dos dentes e abaixo das gengivas, assim como nós também fazemos regularmente no dentista.

Mas, justamente para evitar que o canino tenha que passar por esse processo bastante incômodo e desconfortável para ele que recomendamos que a limpeza diária seja feita em casa.

 

Coluna do Tito:

Não venham com essa de que isso é um problema comum só entre nós caninos porque isto é uma calúnia! Tem muita gente aí que… #boquíneadedragón

Fique atento, muchacho: ninguém compra ou oferece Halls Preto ao coleguinha porque é muy amigo ou porque é gostoso, afinal, o negócio arde como el diablo. Então, minha dica é: se te oferecerem um, aceite.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website