Gatunos alérgicos: mais comum do que você imagina.

Você tem um gato que está sempre ao seu lado o dia todo. Um dia, ele estava tranquilón no busón, deitado num canto da casa e, de repente, começou a espirrar várias vezes.

De início, pareceu tudo normal, até perceber que o comportamento dele estava estranho, pois além de estar se coçando muito, havia um comichão perto da cauda. Na consulta veterinária, veio o diagnóstico: o bichano está com alergia.

Esse cenário é muito comum nas clínicas veterinárias e existem diversos tipos de alergias que comprometem a saúde dos gatunos.

Doenças cutâneas alérgicas começam em animais da mesma maneira que em humanos, quando o sistema imunológico reage de maneira exagerada a uma substância que o corpo não reconhece, causando sintomas como coceira, tosse, espirros, infecções de ouvido, vermelhidão, calor e dor.

É possível também que o animal sofra de alergia alimentar, sendo alérgico a certos ingredientes de sua dieta – ou de comidas que ingeriu fora dela. O tipo mais frequente de alergia alimentar felina envolve certas proteínas de alimentos, que causam vômitos e diarreia.

Muitas vezes, eles se mostram alérgicos a coisas que humanos nem pensariam que poderia fazer mal ao animal (como o leite de vaca!) e algumas raças são bem mais sensíveis a certas alergias do que outras, requerendo maior atenção.

Por exemplo, gatunos da raça Sphynx, aqueles que não tem pelagem no corpo, são extremamente sensíveis a dermatites de contato alérgicas, por não terem a camada de pelo defendendo a pele de agentes alergênicos.

 

 

Assim, é comum ver estes pequeños nas clínicas com alergias na pele. Sendo que alguns são até mesmo alérgicos ao protetor solar, tão necessário para essa raça.

Fumaça de cigarro é outro fator que pode dar início a uma crise alérgica. O ideal é evitar deixar o animal no mesmo ambiente que um fumante.

Às vezes, é difícil fechar um diagnóstico de alergia cutânea porque as causas podem ser muitas: desde pólen a carrapato. Um dos métodos é fazer um teste de contato, onde o veterinário injeta pequenas quantidades do alergênico na pele do animal para verificar se a reação alérgica acontece.

Se a desconfiança for de alergia alimentar, normalmente o veterinário sugere a retirada de certos ingredientes da dieta rotineira do animal, com o objetivo de descobrir qual foi o agente responsável.

Enquanto esse teste é realizado, o felino deve ser alimentado com ingredientes os quais nunca foi exposto antes, ou então com uma dieta em que as proteínas passam por um procedimento que erradica a capacidade delas causarem reações alérgicas.

A dieta diferenciada é mantida por oito a doze semanas e exige que o tutor observe o comportamento do bichano para verificar a redução – ou não – dos sintomas. É importante lembrar que, nesse período, os petiscos devem ser cortados para não atrapalharem o teste!

Caso os sintomas desapareçam por completo, fica confirmado o diagnóstico de alergia alimentar e a necessidade de adaptar a dieta.

Se os sintomas não diminuírem expressivamente, é necessária uma nova abordagem no teste, buscando outra fonte de alimentação. A alergia é confirmada quando, retornando a dieta original, os sintomas retornam também.

Todas essas técnicas para diagnosticar e tratar as alergias só mostram como é imprescindível ter um veterinário de confiança para levar seu gatito para uma consulta. Esses profissionais dominam muitos métodos para investigar as alergias, enquanto, muitas vezes, vários tutores tentam resolver a situação em casa. Sem sucesso, claro.

Animais com alergias alimentares precisam de dietas específicas, que só podem ser prescritas e fracionadas por veterinários.

 

Coluna do Tito:

“O ideal é evitar deixar o animal no mesmo ambiente que um fumante”. Sejamos sinceros: o ideal é o sujeito parar de fumar, né? Mas, sou apenas um catiorro tentando manter o meu pelo cheiroso… #sóhablando

Obs: o que o Sphynx fez pra merecer ser tão… assim? Não consigo deixar de comentar…

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website